CORRETO! Errado.

A Estônia criou o conceito de residência eletrônica, e-Residency, para se antecipar a crescente demanda por negócios globais, em especial na área de divisas digitais. Qualquer pessoa, de qualquer nacionalidade, pode agora se beneficiar de uma série de serviços públicos do país inteiramente online e conduzir negócios na União Européia de forma simplificada.

Mas quem não quer ser um cidadão digital da Estônia também pode participar dessa revolução.

Invista a partir de 100 reais, aqui mesmo no Brasil, na Criptomall, a melhor exchange do país. E sinta já o gostinho do futuro.